Deixe um comentário

Haute Stoner Cuisine


Que nada mais é que cozinhar e comer sobre o efeito do cigarrinho de artista.

O polêmico livro do chef Anthony Bourdain, “Cozinha Confidencial”, revelou que todo mundo do restaurante dele fuma um beck pra dar aquela relaxada após a pressão que uma cozinha demanda no dia-a-dia.

E o figura não está sozinho na polêmica. Outros chefs também afirmaram que alguns de seus pratos elaborados e de dar água na boca foram criados sob o efeito da erva. Roy Choi, chef de um restaurante em Los Angeles, disse ao NYT que usa maconha para relaxar de turnos de 17 horas de trabalho e para estimular sua criatividade.

A criação de pratos sob o efeito da maconha é chamada pelo jornal de “haute stoner cuisine”. Eles tentam superar a pressão da cozinha e obter sabor diferente e sofisticado nos pratos que estão habituados a criar. Entretanto, a estética e os sabores da tal “cozinha chapada” não são exclusividade de quem usa a droga. É mais a “vibe” do que a droga, em si.

No “haute stoner cuisine”, as ervas se misturam na cozinha.

Um restaurante em Manhattan, por exemplo, serve uma sobremesa que consiste num sorvete com o sabor doce que fica no leite que resta no fundo de uma tigela de cereais. A chef Christina Tosi, responsável pela sobremesa, afirmou que não tinha usado nenhuma droga quando criou o tal sorvete, que na verdade foi transformar a larica num estado de graça gastronômica. Tosi reconhece o apelo de suas criações neste público-alvo, porque acredita que suas sobremesas tem textura e sabores muito profundos, dando uma experiência sensorial exagerada em quem as come. O chef Vinny Dotolo, de Los Angeles, também caracteriza a “haute stoner cuisine” como uma busca em atingir todos os sentidos.

Nos anos 80, quando nascia a cultura do chef celebridade, a droga mais comum no meio era a cocaína, que ajudava os chefs a aguentarem a correria das cozinhas. O jornal sugere um dos motivos que pode contribuir para esta onda é o crescente número de estados norte-americanos que estão permitindo o uso da maconha para fins medicinais.

Aqui no Brasil, é mais tenso. Tem restaurante, cozinheiro, apresentador de programa culinário que usa, bebe e come com faria, mas… é melhor deixar este papo de maconheiro pra lá.

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: