1 comentário

Jantar no Céu


De tempos em tempos, uma bobeira belga, passa por alguns países para suprir uma necessidade imbecil de alguns abonados que não possuem criatividade suficiente para sanar o que o capetalismo pode proporcionar. Trata-se do Dinner In The Sky.

Após passar por 30 países o “jantar no céu”, ao pé da letra, fez uma temporada no Brasil em março passado.

Antes de subir, os convidados perguntam: E se o guardanapo voar? Não voa, tem prendedor. E se der vontade de ir ao banheiro? A mesa desce. E se chover? Ninguém sobe, mas o convescote é remarcado.

A estrutura sobe tão devagar que as taças e os talheres nem se mexem. “Frio na barriga vai dar, não tem jeito, mas depois de algumas taças de champanhe passa”, diz Eduardo Lovro, um dos empresários que trouxeram o restaurante ao Brasil.

Como a mesa só tem lugar para 22 pessoas, o preço do jantar é R$ 600. A comida não é uma Brastemp, patrocinadora do evento, nem poderia ser. “Saímos com os pratos quentes, mas eles perdem calor. É comida de avião, não dá para ser igual à de um restaurante”, diz o chef Fred Frank.

Uma hora e meia depois, a sala de jantar desce. Lá embaixo, os próximos convidados abordam os 22 passageiros para saber como foi o voo e esperam sua vez como grandes bebezões em um imenso parque de diversões.

Realmente é coisa extremamente interessante, não é verdade!? Coisa mais blase…

Anúncios

Um comentário em “Jantar no Céu

  1. Meu, eu ri tanto com o seu “capetalismo”… tava precisando… :)

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: